12.176 cursos gratis
8.742.341 alumnos
Facebook Twitter YouTube
Busca cursos gratis:

Capoeira. Orígen, movimientos y canciones

Autor: cesare abdel salomon
Curso:
9,25/10 (4 opiniones) |2781 alumnos|Fecha publicación: 21/06/2010
Envía un mensaje al autor

Capítulo 19:

 CancionesE

*Mandinga de Angola
Lá vem menino vem vê;
Lá vem menino vem vê;
Pra depois você contar;
Como foi que aconteceu;
(Refrão)Vem menino vem vê;(Refrão)
Traíra chegou primeiro;
Agachou no berimbau;
Do outro lado Cobra Verde;
Que respondeu ao sinal;
(Refrão)
Um jogo impressionante;
Que ninguém viu nada igual;
Era um jogo mandingado;
De forma tradicional;
(Refrão)
Um bailado perigoso;
Mas tudo com muita calma;
Tinha o dentinho de Angola;
Que era pra assombrar a alma;
(Refrão)
Meia lua de compasso;
Cabeçada, voadora;
Rasteira, rabo-de-arraia;
E a famosa tesoura;
(Refrão)
Enquanto o tempo passava;
Parecendo não ter fim;
Outra dupla se agachava;
E o jogo rolava assim;
(Refrão)
*Casa do Caboclo
(Refrão)Orá-iê-iê, orá-iê-iê;
No caminho da matamba;
67
Quero ver você pisar;
Orá-iê-iê, orá-iê-iê;
No caminho da matamba;
Mandingueiro não vai lá;(Refrão)
(Refrão)
Meu amigo capoeira;
Ouça o que vou lhe falar;
Do jogo da traição;
Você tem que se guardar;
(Refrão)
Como contigo na mesa;
Dorme, levanta contigo;
Veja lá meu mano velho;
Pode ser teu inimigo;
(Refrão)
Se tudo se faz na vida;
Pra ajudar um companheiro;
Dá-se a mão ao camarada;
Ele quer o braço inteiro;
(Refrão)
Você passa numa rua;
Sem nada desconfiar;
Mas existe mal olhado;
Querendo te derrubar;
(Refrão)
A resposta a isso tudo;
Tá dentro do coração;
Onde mora o amor de Deus;
Não existe traição;
(Refrão)
*Rodas na Praça
Saudades das rodas na praça;
Onde eu via meu Mestre jogar;
(Refrão) São Bento Grande, Benguela, Santa Maria;(Refrão)
Ia e vinha;
Sem ter hora pra parar;
Amigo meu me responde aí;
Me responde aí;
o que eu vou contar;
Amigo meu me responde aí;
Me responde aí;
o que eu vou contar;
(Refrão)
Você se lembra;
Parece até lenda;
As rodas na Penha;
Mas nós tava lá;
Sou testemunhas desses tempos idos;
Fiz esse corrido;
Que é pra nós lembrar;
68
(Refrão)
Saudades das rodas na praça;
Onde eu via meu Mestre jogar;
(Refrão) São Bento Grande, Benguela, Santa Maria;(Refrão)
Ia e vinha;
Por trás da mata;
Quando escurecia;
A lua surgia para clarear;
Era o sinal que ao findar o dia;
Berimbau dizia que era pra acabar;
Meu coração que ainda acalenta;
Hoje se lamente;
Ao ouvir cantar...;
Saudades;
(Refrão)
*A Capoeira e o Cantador
Eu passava numa rua;
Quando alguém me parou;
Ouvi falar de você;
É o tal cantador;
(Refrão 1) É cantador;
É cantador;(Refrão 1)
(Refrão 1)
Quero que tu me responda;
Usando suas palavras;
O que é a capoeira;
Do fundo de sua alma;
(Refrão 2) É o meu céu, é o meu mar;
A luz das estrelas;
E o brilho do luar;(Refrão 2)
(Refrão 2)
É muito mais do que isso;
Ela é o meu viver;
Se eu canto é pra contar;
O que você quer saber;
(Refrão 2)
Quando ouço um berimbau;
E um canto bem entoado;
Meu coração se alegra;
Deixo as tristezas de lado;
(Refrão 2)
E vai muito mais além;
É minha filosofia;
É o meu jeito de ser;
Enquanto eu tiver vida;
(Refrão 2)
Não me demoro falando;
Bem, simples dessa maneira;
Não existe nesse mundo;
Nada igual a capoeira;
69
(Refrão 2)
*Berimbau Mandou Se Benzer
Lá, lá e lá;
Lê, lê;
Mandinga de Angola;
Berimbau mandou se benzer;
(Refrão) Ê, ê, ê berimbau;
Mandou se benzer;(Refrão)
(Refrão)
Capoeira é malícia e mandinga;
Mantendo sua tradição;
E reza pra todos os santos;
E aos seus Orixas pedindo proteção;
(Refrão)
Agachado ao pé do berimbau;
Ele fez o sinal da cruz;
Capoeira é sua estrela guia;
É ela quem te conduz;
(Refrão)
Berimbau é quem comando o jogo, seus rostos;
Como Cazumbá;
O negro tem corpo fechado;
Pois leva seu patuá;
(Refrão)
No ar há desejo de briga;
Os olhos não vão desviar;
E no canto do mandingueiro;
Cantigas de provocar;
(Refrão)
O aperto de mãos é manhoso;
Sem saber como vai terminar;
O que é certo na volta do mundo;
É que vão se encontrar;
(Refrão)
*Viola de Waldemar
(Refrão 1)Ê lê, lê, lê, lê, lê;
Ê lê, lê, lê, lê, lê;
Lê lê, lê, lê, lê, lê;
Lê lê, lê, lê, lê, lê;(Refrão 1)
(Refrão 1)
Eu fui na Bahia pra tocar;
(Refrão 2)Berimbau de Mestre Waldemar;(Refrão 2)
(Refrão 2)
Minha viola;
Que eu não canso de tocar;
Quando bate uma saudade;
De Mestre Waldemar;
(Refrão 2)
70
Cada toque um lamento;
Parecia solidão;
Waldemar levando a vida;
Como um simples artesão;
(Refrão 2)
E hoje eu digo a vocês;
E recordo a todos nós;
Que quem tem um berimbau;
De Waldemar é o Boa Voz;
(Refrão 2)
Só restaram as histórias;
Que o tempo não apaga mais;
Cantando na Liberdade;
E também no Pero Vaz;
(Refrão 2)
(Refrão 1)
*Antigamente
(Refrão) Eu dei, eu dei, eu dei, eu dei;
Eu dei um nó no rami do berimbau;(Refrão)
(Refrão)
Que eu sou do tempo;
Que dobrão era dinheiro;
E com uma pedra;
Se tocava berimbau;
E a alegria do negro acorrentado;
Era só a capoeira;
Depois do carnaval;
(Refrão)
Mudaram mesmo até o nome;
Dos santos pra esconder;
A verdade do senhor;
Corpo fechado era chamado feitiço;
Diziam pára com isso;
Que lá vem o feitor;
(Refrão)
Ainda me lembro;
Quando alguém tava doente;
Não tinha médico;
Só um velho rezador;
Ia pro mato, trazia raiz de pau;
O doente levantava;
Sem precisar de doutor;
(Refrão)
Já não se faz mais como antigamente;
Houve a queda das correntes;
Mas de pouco adiantou;
Mas foi Zumbi;
No Quilombo dos Palmares;
Grande a sua valentia;
Que seu povo libertou;
71
(Refrão)
Respeite o Tempo
(Refrão)Tu não sabe andar;
Já quer correr;
Cuidado moço pro mundo não lhe bater;(Refrão)
(Refrão)
Eu nunca vi dá rasteira;
Sem ginga, sem base boa;
Só com muito treinamento;
Pra não dar o golpe à toa;
(Refrão)
Quem tem telhado de vidro;
Não joga pedra pro ar;
Pedra em cachorro morto;
Nunca vi ninguém jogar;
(Refrão)
Vê você a capoeira;
Que sempre nos aceitou;
Não importa meus defeitos;
Nunca me diz não senhor;
(Refrão)
Os bambas da capoeira;
Começaram no ABC;
Mas sempre com a consciência;
Que ainda tem o que aprender;
(Refrão)
O calado é vencedor;
Perguntar nunca é demais;
Humildade não é talento;
Pra quem quer viver em paz;
(Refrão)
Afobado como quente;
Diz o dito popular;
Eu digo na capoeira;
Que um dia eu chego lá;
(Refrão)
*O Capoeira e o pescador
Maré me leva e... maré me traz ( bis )
(coro)
A vida do capoeira é como a do pescador
a onda balança o barco e agita o jogador.
Maré me leva e... maré me traz ( bis )
(coro)
A noite olho as estrelas para me orientar
Bom Jesus dos navegantes é quem me guia pelo mar.
Maré me leva e... maré me traz ( bis )
(coro)
O vento soprou nas velas carregando a minha balsa
na roda da capoeira quem me guia é o berimbau.
Maré me leva e... maré me traz ( bis )
72
(coro)
As vezes a pesca é boa as vezes o jogo é bom
mas quando nada da certo eu volto a tentar então.
Maré me leva e... maré me traz ( bis )
(coro)
Já fisguei bem a traíra um peixe quem morde a mão
na roda brilha a navalha em meu sinto Salomão.
Maré me leva e... maré me traz ( bis )
(coro)

Capítulo siguiente - Canciones F
Capítulo anterior - Canciones D

Nuestras novedades en tu e-mail

Escribe tu e-mail:



MailxMail tratará tus datos para realizar acciones promocionales (vía email y/o teléfono).
En la política de privacidad conocerás tu derechos y gestionarás la baja.

Cursos similares a Capoeira. Orígen, movimientos y canciones



  • Vídeo
  • Alumnos
  • Valoración
  • Cursos
1. Manual del escritor de canciones
Todos podemos hacer buenas canciones. Aprende a componer con PABLO AZAEL, tres... [11/01/05]
23.969  
2. Baila como Michael Jackson
Michael Jackson fue considerado rey del pop. Recibía admiraciones multitudinarias y... [04/10/05]
5.505  
3. Aprende la Danza del Vientre
La danza del vientre o danza oriental, es un tipo de de danza donde la... [17/09/07]
9.964  

¿Qué es mailxmail.com?|ISSN: 1699-4914|Ayuda
Publicidad|Condiciones legales de mailxmail